Postado por Rafa Andrade em 28/07/2023

Duas décadas de aprendizado: as lições do ecossistema de inovação em MG 

Atores da cena de inovação do estado compartilham suas experiências e aprendizados ao longo dos últimos anos

Painel Minas Summit - Foto: Guilherme Breder
Painel Minas Summit – Foto: Guilherme Breder

Ao longo da última década, Minas Gerais se destacou no cenário nacional como um polo de startups, projetando para o Brasil e para o mundo empresas de tecnologia de alto impacto. Nesse processo de construção de um ambiente favorável à inovação, muito se aprendeu sobre o “como fazer” e, embora esses caminhos sejam constantemente reconstruídos, algumas lições puderam ser aprendidas. 

Sobre esses aprendizados, falaram alguns representantes do ecossistema de inovação de Minas Gerais, durante o 1º Minas Summit, realizado pela FCJ Venture Builder e o Órbi Conecta, no dia 30 de junho, no Minascentro (BH). O painel “Caminhos da inovação: lições aprendidas” foi mediado pelo diretor de expansão da FCJ, Marcos Knosel, e contou com a participação do gerente de inovação da Andrade Gutierrez, André Medina; do CEO do NovoAgro Ventures, Léo Dias  e da conselheira da Board Academy, Rafaela França. 

Na Andrade Gutierrez o aprendizado dos últimos anos foi de abertura e integração ao movimento das startups. André citou o programa de inovação aberta da companhia, por onde já passaram mais de 30 startups e destacou que isso tem feito a diferença para a empresa, que está em um setor muito tradicional. 

André Medina - Gerente de inovação da Andrade Gutierrez - Painel Minas Summit - Foto: Guilherme Breder
André Medina – Gerente de inovação da Andrade Gutierrez – Painel Minas Summit – Foto: Guilherme Breder

“O desafio sempre foi: como inovar em um dos setores menos digitalizado do Brasil? A gente ainda coloca tijolo sobre tijolo e atuamos em áreas sem internet. Como fazer inovação nesse contexto?”, questionou. Segundo ele, as respostas ainda não estão todas dadas, mas nos últimos 5 anos a empresa avançou em áreas que não imaginava justamente por causa da abertura às startups. “Conexão é a palavra-chave e o San Pedro Valley mostra isso. Não podemos deixar isso se perder em Minas Gerais”, disse.

Léo Dias - CEO do NovoAgro Ventures - Painel Minas Summit - Foto: Guilherme Breder
Léo Dias – CEO do NovoAgro Ventures – Painel Minas Summit – Foto: Guilherme Breder

Para Léo Dias, o aprendizado foi principalmente nos modelos de investimento e apoio às startups. Depois de atuar na Secretaria de Ciência e Tecnologia de Minas Gerais, ele foi convidado a dirigir a NovoAgro Ventures, uma corporate venture builder (CVB) de agronegócio que surgiu da união de forças da FAEMG (Federação de Agricultura e Pecuária de Minas Gerais) e da FCJ.

“A jornada da inovação é uma corrida de bastão, você começa com uma ideia, aí pula para uma aceleradora, depois vai pro investimento, mas se nessa jornada houver algum gap a corrida não termina. Na época do governo a gente via vários gaps nessa jornada e hoje vejo o modelo de CVB como uma solução no pós aceleração. Faz todo sentido porque, antes, o empreendedor sentava na frente do fundo de investimento e ouvia que tinha que voltar quando estivesse faturando, mas esse é o momento que ele mais precisa de ajuda”, disse. 

“BH e MG são grandes ecossistemas de conexão, mas precisamos de mais conexão para impactar o ecossistema. Precisamos deixar o egossistema e trabalhar o ecossistema, que é dessa forma que a gente vai prosperar e colocar Minas de novo no mapa”, completou Dias.

Rafaela França - Conselheira da Board Academy - Painel Minas Summit - Foto: Guilherme Breder
Rafaela França – Conselheira da Board Academy – Painel Minas Summit – Foto: Guilherme BrederPainel Minas Summit – Foto: Guilherme Breder

Já Rafaela trouxe as lições da governança da inovação. Ela lembrou que 25% das startups que nascem no Brasil morrem no primeiro ano e 75% não chegam ao 10º ano. Para ela, o que falta é um plano de governança que traz um bom alinhamento de acordo de sócios, um plano de negócios sério e que ajuda a mitigar riscos. 

“Temos percebido que a grande dificuldade dos últimos anos tem sido governar essa inovação acelerada. Por isso, montamos um método que é simples, ágil e que funciona no modus operandi da startup. Ao longo dos últimos anos entendemos que a governança é necessária porque traz equilíbrio para essas ideias brilhantes das startups, mas precisa estar aderente ao mundo da inovação”, disse.

Para Rafaela, há ainda um outro aprendizado que nunca sai de moda: fazer acontecer. “Hoje nós abrimos pontes, nos conectamos com pessoas, mas o que nós startups, empreendedores, profissionais que estamos aqui vamos fazer amanhã? Precisamos continuar abrindo essas avenidas que hoje construímos. Então, governe a inovação de vocês a partir do day off para que realmente façam a diferença”, frisou.

A 1ª edição do Minas Summit foi realizada pela FCJ Venture Builder e Órbi Conecta, patrocinada por Framework, Board Academy, Zendesk, Yazo, Grant Thornton, SEBRAE, Codemge, Governo de Minas Gerais, Minascentro e Prefeitura de Belo Horizonte. Em 2024 tem mais. A 2ª edição do Minas Summit acontecerá nos dias 28 e 29 de junho, no Minascentro, no Centro da capital mineira. Acompanhe mais informações por meio do site www.orbi.co e www.sanpedrovalley.org.br. Se você é integrante do ecossistema de inovação de Belo Horizonte, não deixe de se cadastrar nos portais. 
Fonte: www.orbi.co

Deixe seu comentário

Mais conteúdo para você

Orbitar reúne referências em inovação neste mês em Belo Horizonte

Maria Fernanda Menin, Erlana Castro, Paulo Emediato, Tomás Duarte, João Duarte e Dany Carvalho estão entre os palestrantes que falarão sobre tecnologia, cultura e visão estratégica Rafael Menin, CEO da MRV&Co, na 3ª edição do Orbitar, realizada em 2018, na Rede MarterDei de Saúde Promovido anualmente pelo Órbi Conecta, o Orbitar já se consolidou como…

Leia mais
Advogados usam tecnologia para buscar informações e otimiza o tempo de quem tem processo na Justiça

Advogados querem inovar para terem mais eficiência: startup de Belo Horizonte foi ao Vale do Silício e voltou com essa solução. A ferramenta será lançada no próximo dia 18/10, durante o Maestria Law Day, no Órbi Conecta, em evento aberto à comunidade jurídica Uma pesquisa realizada pela empresa Casetext em outubro de 2022 com mais…

Leia mais
3ª Maratona de Inovação discute ESG, futuro e inovação

Evento presencial, promovido pela ArcelorMittal, acontece amanhã (04/10), no Palácio das Artes e contará com palestras e painéis de nomes como Rick Chester, José Felipe Carneiro, Denise Hills, Kdu dos Anjos e Bruno Stefani  2ª Maratona de Inovação, realizada em 2022, em Belo Horizonte A ArcelorMittal – líder em aços no Brasil – promove a…

Leia mais
Mês da Inovação: eventos gratuitos acontecem em BH e todo o Brasil em outubro

Troposlab e Órbi Conecta realizam, no próximo 5 de outubro, painéis e palestras abordando temas como intraempreendedorismo e Inteligência Artificial em Belo Horizonte A consultoria Troposlab, em correalização com o Órbi Conecta, anuncia a terceira edição do Mês da Inovação, uma forma de celebrar o Dia Nacional da Inovação, comemorado em 19 de outubro em…

Leia mais
Órbi Academy lança trilhas de educação corporativa em inovação

As primeiras trilhas de educação corporativa do Órbi Academy são: Game da Inovação, Imersão Virada ESG e Cultura de Inovação e Resultados. Podem se inscrever executivos e lideranças na área de inovação e transformação digital, além de interessados em se formar nessas áreas.  O link de inscrição é o https://orbi.co/academy/ ou enviar um e-mail para…

Leia mais
Governo de Minas lança o maior programa de inovação aberta para o setor público da América Latina

Parceria entre Sede-MG e Fapemig, HubMG GOV destina R$ 40 milhões para impulsionar a inovação no setor público; evento aconteceu na última quinta-feira (01/02), em Belo Horizonte, e reuniu mais de 500 participantes Crédito: Victor Fagundes / Sede-MG Aumentar a eficiência da administração pública estadual, melhorar os serviços prestados à população, impulsionar soluções tecnológicas para…

Leia mais